Você sabia que uma boa postura começa pelos pés?

Quando pensamos na nossa postura, normalmente focamos no posicionamento da coluna e dos ombros. Os pés são uma das partes do corpo mais negligenciadas quando o assunto é nossa saúde.   

Eles sustentam todo nosso corpo, portanto, afetam diretamente nossa postura e a circulação do sangue. A postura incorreta pode reduzir o fluxo sanguíneo e prejudicar tanto alguns órgãos quanto os sentidos.  

Como identificar seu tipo de pisada? 

A pisada é definida de acordo com as características anatômicas de cada indivíduo. Normalmente esse aspecto envolve os tipos de pé, joelhos e a flexibilidade nas articulações, portanto, pode-se dizer que cada pessoa pisa no chão de uma forma diferente. Porém, costumamos organizar os tipos de pisada em três categorias:

Pronada: o pé inicia uma rotação excessiva para dentro quando a parte de fora do calcanhar toca o chão. Esse tipo de pisada causa o desequilíbrio do quadril e tornozelo, podendo resultar em dores nas costas, nos pés e nos joelhos.

Supinada: o pé toca o chão com a face externa do calcanhar e o peso é jogado para a banda externa do pé. Como o peso é transferido principalmente para os dedos, esse tipo de pisada causa dores nas costas e no joelho.

Neutra: começa com a parte externa do calcanhar e o pé rotaciona ligeiramente para dentro. Essa é a pisada correta, pois absorve o choque e divide o peso de forma mais uniforme.

Como conseguir a pisada ideal? 

A pisada é definida com base em três aspectos: o apoio do pé, o peso do corpo e a coluna.

O apoio do pé é o aspecto que define o quanto o seu pé encosta no chão enquanto você caminha. O ideal é que o pé fique completamente apoiado no chão, o que garante o melhor equilíbrio e sustentação do corpo e ainda evita tropeços. 

Em relação ao peso do corpo, o ideal é que o apoio comece na parte anterior dos pés e siga o amortecimento da articulação. O chão deve servir de apoio ao calcanhar e, em seguida, o peso deve voltar para a parte anterior. Finalize o movimento com o apoio dos dedos no chão.

E por fim a coluna, o ideal é que ela esteja ereta, a cabeça precisa estar elevada na altura dos ombros e o abdômen contraído. É importante sempre evitar curvar o corpo, pois além de comprometer totalmente sua postura, andar assim acaba virando um hábito. 

Como descobrir qual é a sua pisada e como melhorá-la? 

A melhor forma de adaptar sua pisada é sempre procurar um ortopedista.

Fonte: Instituto Maxvitta

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Eu Aceito a Política de Privacidade