Veganos e vegetarianos têm ossos mais fracos?

Existem muitas dúvidas em relação à manutenção da saúde óssea de vegetarianos e veganos, devido à ausência de alguns alimentos na dieta desses indivíduos, principalmente proteínas e cálcio. Mas será que veganos e vegetarianos têm ossos mais fracos? 

Um estudo recente realizado pela universidade de Oxford, na Inglaterra, evidenciou maior risco de fraturas entre vegetarianos e veganos. Aponta-se que a densidade mineral óssea, ou seja, a quantidade de minerais contidos na estrutura do osso, é menor em indivíduos que não consomem produtos de origem animal.

No entanto, apesar do estudo ter sido realizado em com uma amostra significativa de pessoas, suas conclusões não podem ser aplicadas em todas as populações. Deve-se considerar, por exemplo, que o IMC ( Índice de Massa Corpórea) em grupos de vegetarianos e veganos é menor. Esse fato os torna mais suscetíveis a algumas fraturas, devido ao menor amortecimento durante uma queda.  

O que fica evidente é que a saúde óssea depende do consumo de várias substâncias e, praticamente todas, com exceção da vitamina B12, podem ser encontradas em alimentos que não têm origem animal. 

osteoporose é uma doença degenerativa que ocorre com diminuição da quantidade de cálcio no esqueleto. Por esse motivo, deve-se observar com atenção a alimentação, principalmente grupos mais propensos a desenvover a patologia como: mulheres no pós-menopausa, individuos  com hiperparatireoidismo, síndromes de má absorção, artrite reumatoide, mieloma múltiplo, anorexia nervosa e hipercalciúria.

Todavia, não podemos afirmar que os ossos dos vegetarianos e veganos são mais frágeis que os dos que consomem carnes ou derivados.  

Cálcio e proteínas

Os vegetarianos e veganos podem encontrar cálcio e proteínas, importantes substâncias para a saúde óssea em diversos alimentos.

Proteínas: lentilhas, feijão carioca,tofu, semente de abóbora, brócolis, couve-flor e cogumelos. 

Cálcio: gergelim, chia, linhaça, amêndoa torrada, couve-manteiga, agrião e brócolis.

Bons hábitos 

Uma alimentação equilibrada, aliada à prática de exercícios físicos e visitas regulares ao médico são as melhores garantias de uma boa saúde óssea.

Aos indivíduos que optarem por uma dieta vegetariana e vegana e para os que possuem alimentação que inclua carnes e derivados, uma boa dica é ter um acompanhamento profissional de um nutricionista.

Fonte: Ortopedia e Traumatologia Hospital Madre Teresa

You need to add a widget, row, or prebuilt layout before you’ll see anything here. 🙂

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

I accept the Privacy Policy