Já ouviu falar em tendinite calcária?

A tendinite calcária ocorre quando existe uma deposição de pequenos cristais de cálcio num tendão. Essa calcificação pode desaparecer sozinha, sem necessidade de tratamento, mas quando isso não acontece o ultrassom na fisioterapia consegue eliminar os depósitos de cálcio, não havendo necessidade de cirurgia, na maior parte dos casos. 

Ainda não se sabe exatamente porque esta calcificação se forma mas a teoria mais aceite é a de que ela se forma devido a diminuição de sangue que chega ao tendão inflamado, havendo uma deposição de sais de cálcio nesse local. Alterações na tireoide e do metabolismo do estrogênio também podem favorecer a sua formação.

Geralmente ela se forma após os 40 anos de idade e é mais comum nas mulheres, e embora possa surgir em apenas 1 lado do corpo, também pode afetar os dois ao mesmo tempo. Um dos tendões mais afetados é o tendão do supra-espinhoso, mas o manguito rotador do ombro também é muito afetado.

Como identificar uma calcificação no tendão

A única forma de conseguir identificar uma calcificação num tendão é através de exames de imagem. O raio-X não deve mostrar o tendão, no entanto, em caso de calcificação pode-se observar uma pequena área esbranquiçada no local onde ele se formou. 

Ao palpar o tendão, a pessoa deve sentir alguma dor, mas não é possível afirmar que existe calcificação somente devido a dor e por isso um exame de imagem pode ser útil, embora normalmente não seja solicitado só por esta suspeita.

Como tratar a tendinite calcificada

Muitas vezes a tendinite calcária cura-se sozinha porque há uma remissão espontânea da deposição óssea, no entanto, não se sabe quando isso acontece e por isso sempre que a pessoa apresentar sintomas deve realizar o tratamento com algumas sessões de fisioterapia, utilizando muitas vezes a eletroterapia, para diminuir a inflamação e a dor dos tecidos ao redor. O ultrassom também é capaz de reduzir a calcificação, com ótimos resultados.

Os analgésicos e anti-inflamatórios em comprimidos ou pomadas também podem ajudar a combater a dor mas nos casos mais difíceis, quando nenhum tratamento traz alívio dos sintomas, a cirurgia de artroscopia pode ser indicada. Esta cirurgia consiste numa raspagem do local calcificado, eliminando completamente a calcificação. As infiltrações com anestésicos e corticoides também são indicadas para aliviar imediatamente a dor, mas só podem ser realizadas 1 a 2 vezes por ano. 

Consulte um médico especialista.

Fonte: Tua Saúde

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

I accept the Privacy Policy